A fórmula é simples, mas pouca gente faz como deveria. Uma boa prática recomendada pelo próprio Google e para a qual muita gente torce o nariz. Para aumentar sua taxa de conversão e reduzir o CPA (custo por aquisição), coloque preço, parcelamento, percentual de desconto, enfim, qualquer número que seu usuário possa visualizar no anúncio antes de clicar.

Tenho acompanhado diversas contas, de empresas em segmentos diferentes, de tamanhos diferentes e posso afirmar com convicção que essa é uma prática que entrega resultado. Se você tem uma boa oferta e é competitivo, inserir o preço do produto chama mais a atenção do usuário e aumenta as chances de ele clicar no seu anúncio, aumentando o CTR (indicador que mede o percentual de cliques / impressões) e também a probabilidade de conversão.

Por outro lado, se você não é competitivo no preço do produto, ainda assim vale sinalizar o preço já no texto do anúncio. Dessa forma, você afasta os curiosos que irão clicar no seu anúncio, mas já que o seu preço não é bom, a tendência é de baixa conversão. Ao ver o preço já no anúncio, se o usuário não gostar, ele não clica e você não gasta.

O usuário não é bobo e vendas pela internet ainda são bastante direcionadas a preço. Assim, se o usuário antes de clicar no seu anúncio já sabe o preço, e mesmo assim clicar, as chances de conversão aumentam bastante. Tenho visto casos em que em apenas 1 mês a taxa de conversão subiu até 50% e o CPA caiu em proporção parecida. Essa estratégia vale tanto para anúncios de produtos, com preço “por”, quanto para anúncios de categorias e marcas, com preços “a partir de”.

Recomendo fortemente que testem essa tática simples. Para isso, basta inserir um novo anúncio com preço dentro dos grupos de anúncio que já existem e ao mesmo tempo manter o anúncio que não tem preço. Assim, você pode comparar o desempenho dos dois rodando simultaneamente. O próprio Google vai se encarregar de, ao longo do tempo, definir um vencedor.

De um modo geral, para que seja declarado um vencedor, é necessário também que os anúncios tenham rodado por tempo suficiente para que haja uma amostragem segura. Para avaliação, sugiro considerar apenas anúncios que já tenham alguma conversão ou então o mínimo de 150 cliques no período de teste.

É bastante provável que em 90% dos casos, os anúncios com preço, independentemente de ser um ótimo preço ou não, tenham uma taxa de conversão maior e um CPA menor. Quanto mais tempo esses anúncios estiverem no ar, maior deve ser essa diferença.

Importante também é que os preços nos anúncios estejam sempre atualizados. Não há nada mais frustrante para um usuário do que ver um preço no anúncio e, ao clicar, descobrir que o preço não era aquele anunciado. Dá trabalho, mas é fundamental para o aumento da conversão.

Não há fórmula mágica para vender mais e melhor em links patrocinados. O segredo é testar, medir, testar, medir, testar, medir. Sempre, o tempo todo. Não se pode achar que as campanhas serão criadas e pronto, você vai vender infinitamente. Não vai!

E você, o que tem feito para melhorar sua conversão em links patrocinados? Compartilhe seus cases nos comentários abaixo.