Se em um cenário comercial mais antigo era comum que os produtos ditassem a tendência para os consumidores, hoje as coisas funcionam exatamente da forma contrária.

Mais do que nunca, a segmentação de mercado fez com que o comprador dite o que quer e como quer. Assim, ele faz com que marcas e empresas sejam obrigadas a ouvir e entender o que ele precisa.

Se hoje o mercado é segmentado conforme as tendências sugeridas pelo comportamento do consumidor, devemos se adaptar a ele. Então, como adequar o produto que você oferece ao cenário atual de forma a atingir o público-alvo e garantir as vendas?

Segmentação de mercado e adequando sua loja às necessidades do seu cliente

Um e-commerce pode atingir um determinado target com muito mais precisão quando entende o que seu cliente quer. Sendo que isso nem sempre se restringe apenas ao produto em si. Enquanto um determinadas segmento de pessoas procura preços baixos, outro procura os preços baixos e a qualidade, outro procura os dois anteriores e um bom conteúdo, e assim por diante. Ou seja, além de atingir o seu público de uma forma geral, o ideal é tentar atender o máximo possível também às necessidades específicas de grupos dentro do seu target.

Quanto mais você conversa com seu cliente “segmentador”, maiores são as chances de engajamento. Consequentemente, maior a chance de crescimento nas vendas e no lucro de sua loja. Entre as diversas formas de fazer isso, uma das que mais fazem sentido hoje é a segmentação chamada de psicográfica. Dessa maneira você delimita as relações emocionais do cliente com a marca.

Se o comprador estabelece um vínculo emocional (de admiração, de paixão) com a marca, além de ter forte tendência a se tornar um cliente fiel, ele também começa a compartilhar seus gostos com os amigos. Essa forte influência – reforçada sobretudo pelo uso das redes sociais – é positiva para a loja virtual. Principalmente a quem souber usar a segmentação de mercado a seu favor, e a favor do seu cliente.