Com o rápido avanço tecnológico, cada vez mais estamos presenciando um aumento de crianças e adolescentes no mundo virtual, que estão compartilhando, divulgando e falando sobre assuntos pessoais, dicas e outras milhares de informações.

Toda esta facilidade tecnológica possui inúmeros benefícios e facilidades, mas também possuem riscos que podem comprometer a segurança pessoal. Neste breve artigo vamos descrever algumas diretrizes básicas sobre segurança em blogs, não com um ponto de vista técnico, mas sim do ponto de vista pessoal, onde iremos listar alguns itens que devemos nos preocupar quando estamos utilizando e/ou deixando nossos filhos usar blogs pessoais, rede sociais e canais de vídeos.

Suas informações pessoais:

Antes de tudo, pense muito antes de divulgar qualquer informação em seu blog, principalmente quando envolve algum assunto pessoal ou foto.

  • Nunca divulgue seu endereço, telefone e nome de marido, mulher, filhos ou parentes.
  • Tome muito cuidado com fotos, muitas vezes as fotos apresentam informações valiosas como a placa de carro, endereço, uniforme escolar do seu filho(a), etc. Essa mesma regra vale para videos online, antes de divulgar o video, veja se o mesmo não esta divulgando alguma dessas informações.
  • Pense na sua segurança offline: Tenha SEMPRE um olhar critico e SEMPRE se questione – Quais informações pessoais estou divulgando com esse texto, foto ou video? – Com as informações do meu blog, alguém consegue me encontrar na vida real?
  • Caso seja necessário divulgar fotos ou vídeos pessoais para familiares ou amigos, procure fazer através de páginas protegidas por senhas, hoje em dia a maioria dos blogs e sites de vídeos possuem este recurso. Restrinja ao máximo a divulgação dessa senha e procure altera-la constantemente.

Proteja seus filhos:

Basicamente podemos aplicar duas regras quando permitimos que nossos filhos utilizem blogs e redes sociais: educar e monitorar.

  • Educar: É necessário educar o seu filho(a) quanto a utilização e os riscos da Internet, assumindo sempre que tudo o que é divulgado na Internet se torna permanente. Procure ao máximo manter um diálogo aberto sobre a importância de não divulgar certas informações. (Vide regras divulgadas anteriormente)
  • Monitorar: Sempre revise o que é divulgado no blog do seu filho(a) antes que seja publicado! Caso ele utilize também redes sociais como Facebook , Orkut, Twitter, etc:
  • Verifique sempre as opções de privacidade utilizadas no perfil do seu filho(a) e restrinja ao máximo a divulgação de informações;
  • Sempre tenha seu filho(a) adicionado como seu amigo, dessa forma, você conseguirá visualizar suas atualizações recentes e quem é adicionado a lista de amigos;
  • Algumas redes sociais como Facebook e o Twitter, permitem que você diga o que esta fazendo, irá fazer ou onde você está. Lembre sempre seu filho(a) que ele não deve e não precisa divulgar todas as informações como: “Vou encontrar o pessoal da escola no shopping X” ou “Estou em Y lugar”.
  • Hoje em dia qualquer notebook, smartphone ou tablet possui câmeras que permitem tirar fotos, gravar vídeos ou realizar conversas através de video chat. Procure sempre lembrar seu filho(a) sobre as regras de foto e video descritas anteriormente neste texto e dê uma atenção especial aos chats com video. Qualquer transmissão de video pela Internet, seja para um amigo ou através de redes sociais (twitcam), pode ser gravada e divulgada. Por isso, muito cuidado com o que se transmite!

Como foi visto neste artigo, alguns cuidados simples podem aumentar consideravelmente a sua segurança e a dos seus filhos. Porém, nunca vamos esquecer que a melhor forma é EDUCAR, EDUCAR e MONITORAR! Além disso, vale sempre lembrar a importância do uso de Anti-vírus, nunca deixe seu computador sem um!

Programas de anti-vírus e pacotes de proteções mais efetivas podem ser encontrados facilmente em grandes supermercados e lojas de informática.

Caso o Pai ou Mãe ache necessário um monitoramento mais detalhado, existem ferramentas gratuitas e pagas que podem auxiliar na monitoração e bloqueio de determinados conteúdos e/ou assuntos predeterminados.

Procure sempre a ajuda de um especialista de confiança e seja ético, pois o mesmo deverá explicar o funcionamento da ferramenta (como ativar e desativar) e também deve garantir que nenhuma informação pessoal obtida através do uso dessas ferramentas será divulgada. Na dúvida, não use!